SEMENTES

Pensacola

Pensacola

É uma forrageira de origem americana, preferida nas áreas da Região Sul do Brasil. Apresenta-se com boa resistência à seca, suporta bem as queimadas e tolera temperaturas baixas.
Recomendada para a formação de pastagens, gramados, conservação de taludes, controle de erosão, tem condições de estabelecer-se e produzir bem em todo o território brasileiro, em especial na formação de piquetes para criação de cavalos, bezerros, carneiros etc.
Paspalum notatum fixa nitrogênio a uma taxa de 4 kg N/ha por dia, associado com Azotobacter paspali.
Pesquisas mostram que para uma evapotranspiração em torno de 3 mm por dia, é necessária uma reposição de pelo menos 12 mm/dia, durante o período de estiagem.

Características Básicas:

·         Nome científico: Paspalum notatum Flüge vr. Pensacola

·         Origem: América do Sul e Central

·         Ciclo vegetativo: perene

·         Fertilidade do solo: tolera solo de média fertilidade

·         Forma de crescimento: cespitosa com estolões

·         Altura da planta: crescimento livre até 1,0 cm

·         Número de cromossomos: 2n = 20 (sexual), 2 = 40 (apomítica)

·         Forma de uso: Pastejo, Controle Erosão, Jardinagem

·         Digestibilidade: satisfatória

·         Palatabilidade: satisfatória

·         Precipitação pluviométrica requerida: 700 mm/ano

·         Tolerância à seca: baixa

·         Tolerância ao frio: alta

·         Fotoperíodo: planta de dia longo

·         Teor de proteína na matéria seca: no verão 7% e no inverno 3%

·         Profundidade de plantio: 1 a 2 cm

·         Tolerância a solos mal drenados: média

·         Tolerância a insetos: tolerante à cigarrinha

·         Produção de forragem: 5 - 7 t MS/ha/ano
Recomendações Agronômicas:

·         Tipo de solo: acima de baixa fertilidade

·         Forma de plantio: semente

·         Modo de plantio: a lanço

·         Tolerância à seca: média

·         Tolerância a solos mal drenados: satisfatória

·         Profundidade de plantio: 2 cm

·         Consorciação: Pueraria, Stilozanthes, Calopogônio etc

·         Adubação: de acordo com as recomendações técnicas determinadas pela análise de solo

·         Dormência da semente: inexistente

·         Pureza: mínima 40%

·         Germinação: mínima 50%

Composição Bromatológica do Capim Pensacola  

Estádio de crescimento e/ou forma

Composição bromatológica  %

MS

PB

FB

MM

EE

 Forragem verde, início da floração

17,5

7,4

31,3

12,0

1,2

 Forragem verde, metade da floração

21,5

8,4

28,1

13,5

2,3

 Forragem verde, final de floração 

23,5

13,0

34,5

  6,8

4,8

 Feno

88,6

12,3

33,5

11,4

1,4


Imagens

Rua Três Passos, Nº 595, Vera Cruz
Passo Fundo-RS, Cep: 99040-660


Horário de Atendimento


Seg à Sex: 08:00 - 11:45 / 13:45 - 17:45
Sábados: 08:00 - 11:45